terça-feira, 7 de janeiro de 2014

BAITOLA

Baitolagem também é cultura...

O primeiro baitola cearense era inglês


Francis Reginald Hull, o conhecido Mr. Hull, primeiro baitola cearense


http://3.bp.blogspot.com/_mYcqvn4ly50/TSJS1KxfyNI/AAAAAAAACrU/4t9hJkW55ZQ/s320/mr.hull3.jpg



http://4.bp.blogspot.com/_mYcqvn4ly50/TSJRE8_RXeI/AAAAAAAACrQ/p0SNTTlk34E/s1600/mr.hull+001.jpg
Mr. Hull, o baitola, em sua casa no Ceará

A ORIGEM DA PALAVRA "BAITOLA"


Quem nunca ouviu o palhaço Tiririca chamar algum companheiro de cena pela alcunha de "Baitola"?!
Na linguagem coloquial, baitola, viado e gay têm o mesmo significado: trata-se de um homossexual.

A palavra "baitola" surgiu no Ceará, nas primeiras décadas do século 20. Vamos à história.
Por volta de 1913, chegou ao Ceará o inglês de nome Francis Reginald Hull, o conhecido Mr. Hull (pronuncie-se mister ráu), que deu o nome a uma famosa avenida na cidade de Fortaleza-CE.
Mr Hull fora designado superintendente de uma Rede Ferroviária no Ceará e passou, em muitas situações, a fiscalizar algumas obras de construção e reparo na própria Ferrovia.
Mr Hull era homossexual assumido. Quando ia pronunciar a palavra "bitola", que significa a distância entre dois trilhos, pronunciava "baitôla".
Quando ele se aproximava de onde estavam os trabalhadores, estes, que não gostavam do modo como eram tratados pelo chefe, diziam: "Lá vem o baitola, lá vem o baitola".
A partir daí passou-se a associar a palavra baitola ao homossexualismo masculino.
Baitolagem também é cultura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário